Presidente da CTB-RN será homenageado pela assembleia legislativa nesta quarta (15 AGOSTO 2018)

O presidente da CTB-Rio Grande do Norte, Francisco Wellington Duarte, professor e economista, será homenageado nesta quarta-feira (15) em sessão solene da Assembleia Legislativa do estado com o título de Economista do Ano 2017.

A cerimônia presta homenagem aos 40 Anos do Conselho Regional de Economia (Corecon-RN) e ao Dia do Economista, que é comemorado em 13 de agosto. Nesta sessão, serão entregues comendas para conselheiros, instituições parceiras e a notórios economistas do Rio Grande do Norte e do cenário nacional.

Entre as homenageadas está também a cientista social e economista pernambucana Tânia Bacelar de Araújo, 74 anos, uma importante referência entre os especialistas na área social e econômica e conhecida pela incansável defesa dos investimentos em políticas públicas.

“A escolha do Corecon-RN, ao me colocar ao lado de um ícone da ciência econômica, com grandes serviços prestados ao Nordeste, me deixa bastante contente em ter escolhido esta profissão, que tem como princípio o estudo das relações entre os homens e aquilo que os homens produzem. Sinto-me feliz por ter esse reconhecimento”, afirma o dirigente da CTB Wellington Duarte.

Confira a lista completa de homenageados pelo Dia do Economista:

Destaque Econômico do Ano 2017:

Modalidade Economista do Ano 2017

Economista Tânia Bacelar de Araújo

Economista Francisco Wellington Duarte

Economista José Eduardo Ribeiro Viana

Modalidade Notáveis Conselheiros

Economista Maria do Socorro Araújo de M. Dantas.

Economista Marinete Dantas

Economista Celso Arnaldo de Medeiros.

Modalidade Cooperação Institucional

Dr. Nilson Roberto Cavalcanti Melo, diretor Geral do Fórum Miguel Seabra Fagundes.

O presidente do Corecon-RN, Ricardo Valério Costa Menezes, em nome de todos os economistas do RN, agradece ao deputado Carlos Augusto Maia e ao conselheiro, do Corecon-RN, o economista Francisco de Assis, pela deferência toda especial na aprovação desta significativa sessão solene que homenageará economistas.

“De fato, é o reconhecimento concreto aos relevantes serviços prestados pelos grandes profissionais de economia e aos 40 anos do Conselho e sua trajetória, sempre pautada em levar aos economistas segurança profissional e novos conhecimentos. Indiscutivelmente, esta Sessão ficará escrita na história de toda categoria”.

Portal CTB

Anúncios

Despacho bem-humorado de delegado de Natal viraliza nas redes sociais

Documento assinado pelo delegado Aldo Lopes de Araújo lavrou a soltura de um morador de rua detido por defecar dentro de uma creche

Imagem do despacho de soltura foi publicada nas redes sociais

O delegado titular da 2º Delegacia de Plantão, na Zona Norte de Natal, Aldo Lopes de Araújo, assinou um ‘curioso’ despacho no último domingo, 5, após um morador de rua ter sido preso por fazer necessidades fisiológicas dentro de um Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI). O documento, em tom bem-humorado, lavrou a soltura do homem detido, que fora levado ao distrito por uma equipe da Guarda Municipal.

“Trata a presente ocorrência de uma cagalança geral: do prefeito ao secretário, passando pelo diretor do órgão, pelo vigilante de faz-de-conta, pelos membros da Guarda Municipal que conduziram um homem inocente até esta Delegacia”, relatou o delegado.

Uma imagem do despacho de soltura foi publicada nas redes sociais. O texto logo viralizou. Muitos internautas parabenizaram a atitude do delegado. O escritor paulista Joca Reiners Terron elogio o ‘estilo cáustico’ do texto. “Um Gregório de Matos, vá lá, meio desprovido de sua técnica de poeta barroco do séc XVII, reencarnou num delegado em Natal”, escreveu o autor.

 

Fonte: Agora RN

 

 

Fátima Bezerra debate propostas de governo para Região Metropolitana de Natal

A candidata ao governo do Estado pela Coligação Frente Popular (PT/PCdoB/PHS), Fátima Bezerra (PT), participa na próxima sexta-feira (10) do Seminário ‘O RN que o povo quer’, encontro que vai discutir propostas para a Região Metropolitana de Natal.

O evento, aberto ao público, será no Espaço Cuxá (Hotel Maine), a partir das 18h, e contará com as presenças do candidato a vice, Antenor Roberto (PCdoB) e dos candidatos ao Senado, Alexandre Motta (PT) e Zenaide Maia (PHS).

Participam ainda como palestrantes o coordenador do Parlamento Metropolitano, ex-vereador George Câmara (PCdoB), economista Aldemir Freire, ex-chefe do escritório do IBGE no Rio Grande do Norte, especialistas em diversas áreas como Alex Sandro Ferreira, Raquel Silveira, professora Maria do Livramento e o professor Enilson Medeiros, além de Ion Andrade, representante do Observatório das Metropólis, que irá apresentar a Carta de Natal – Desenvolvimento Local e Direito à Cidade. Também contribuirão com suas experiências ex-prefeitos de cidades da Região Metropolitana como Maurício Marques (Parnamirim); Jaime Calado (São Gonçalo do Amarante);1 e Antônio Peixoto (Ceará-Mirim).

Esse seminário faz parte de uma série de outros já ocorridos, com o objetivo de colher propostas para o programa de governo ouvindo as pessoas, organizações sociais e lideranças políticas sobre os problemas de cada região e as possíveis alternativas, uma forma diferente e participativa de enriquecer o programa de governo.

Os seminários e reuniões temáticas para discutir Saúde, Segurança e Educação, por exemplo, também já foram realizados, assim como intercâmbios com outros governos do Nordeste e diálogo com especialistas em diversas áreas.

 

Fonte: BG

TST apresenta proposta de conciliação para evitar greve dos Correios

Vice-presidente manteve as cláusulas do acordo coletivo 2017/2018 e reajuste no período conforme INPC

O vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva, apresentou, nesta terça-feira (7), proposta de acordo entre a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e trabalhadores que mantêm todos os termos do acordo coletivo de 2017/2018. O pedido de mediação e conciliação pré-processual foi ajuizado pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) na tentativa de evitar a paralisação das atividades da categoria anunciada para esta semana.

A proposta do ministro também inclui a reposição salarial pela inflação no período, medida pelo INPC e está condicionada a ausência de movimento grevista. Ou seja, caso a greve seja deflagrada, a proposta é retirada e o processo de mediação encerrado.

“Pondero que a presente proposta representa o melhor resultado possível para os trabalhadores”, destacou o ministro. Segundo ele, conforme a jurisprudência da Seção Especializada em Dissídios Coletivos do TST, se o caso for levado a julgamento, os trabalhadores correm o risco de comprometerem a preexistência das cláusulas sociais já existentes.

“A presente proposta significa o resultado de um julgamento, sem custo algum para os trabalhadores, de modo que não haveria cenário melhor para eles,” frisou o ministro.

O vice-presidente também ponderou a aceitação da proposta por parte dos dirigentes da ECT, considerando o cenário de fragilidade por parte dos trabalhadores, bem como o esforço para manter o clima organizacional em condições adequadas.

Prazo para resposta

Os dirigentes sindicais devem analisar e votar sobre a aceitação ou não da proposta em assembleias da categoria. O prazo para resposta ao TST sobre a aceitação da proposta é até a próxima quinta-feira (9 de agosto). Já a ECT tem até o dia 10 de agosto para se manifestar.

A proposta perde a vigência caso os trabalhadores optem pela greve da categoria ao longo deste período.

Processo: PMPP-1000562-40.2018.5.00.0000

Fonte: TST

Adilson Araújo: PCdoB tem contribuição a dar e Manuela é porta-voz

O convite feito por Lula para que Manuela d’Ávila (PCdoB) seja candidata à vice em chapa encabeçada por ele selou neste domingo (6) a coligação PT/PCdoB. “A unidade do PT e do PCdoB sinaliza para uma possibilidade da qual o centro da nossa posição política está no desafio de ganhar as eleições”, declarou Adilson Araújo, presidente licenciado da Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Por Railídia Carvalho

Reprodução

Manuela foi confirmada como candidata a vice-presidente na chapa PT e PCdoB Manuela foi confirmada como candidata a vice-presidente na chapa PT e PCdoB

Antes da coligação PT e PCdoB ser confirmada o nome de Adilson foi debatido para ser vice-presidente de uma eventual chapa à presidência encabeçada por Manuela. O sindicalista fez parte do núcleo da pré-campanha da comunista.

“A Manu via com bons olhos o PCdoB ter levado em consideração em uma chapa própria um nome vindo do movimento sindical. Esse debate revela a identidade do nosso partido identificado com a luta social e a luta da classe trabalhadora”.

Adilson reafirmou que essa simbologia da importância dos trabalhadores está representada também no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Ele é o maior líder operário da nossa história”. Nesta terça-feira (7) o PT vai registrar a chapa à presidência encabeçada por Lula e com as coligações do PCdoB, Pros e PCO.

Manuela em atividade com as centrais sindicais
A indefinição jurídica envolvendo a candidatura do ex-presidente Lula não impacta no convite feito a Manuela. De acordo com nota da Comissão Executiva Nacional do Partido Comunista do Brasil que foi divulgada nesta segunda-feira (6): “Manuela será candidata a vice-presidente, seja com o deferimento ou não da candidatura de Lula”.

“O PCdoB sempre teve essa compreensão de que a classe trabalhadora é a principal força motriz a contribuir para a transformação da sociedade. Estamos à disposição para ajudar na quinta vitória do povo brasileiro”, completou Adilson.

Interromper o golpe

De acordo com o sindicalista, o saldo que deve ser tirado da atual conjuntura é que “é muito grande a responsabilidade imposta ao movimento social e sindical para dar curso a uma agenda de crescimento e geração de emprego’. “E para isso é preciso interromper a agenda regressiva de Temer”.

A revogação da reforma trabalhista e da Emenda Constitucional 95 foram duas das medidas anunciadas por Manuela durante a pré-campanha à presidência. “Manuela conseguiu protagonismo porque soube ser a voz altiva da defesa de Lula Livre e também ao mesmo tempo fez circular na sociedade a defesa de um projeto de nação deste partido que tem empatia profunda com um Brasil democrático e soberano. O golpe recaiu sobre o povo brasileiro”, avaliou Adilson.

Ele lembrou ainda do papel decisivo da pré-candidata acerca da reforma tributária progressiva, do respeito à diversidade e ao combate à discriminação. “Ela soube canalizar o seu potencial e visão de mundo no combate à LGBTfobia, contra o racismo, na denúncia da violência contra a mulher. Manuela tem muito a contribuir enquanto se consolidar como vice na chapa de Lula. Foi preponderante o papel exercido por ela na resistência democrática e defesa do estado de direito. O PCdoB tem uma contribuição a dar e a Manu é a porta-voz”, completou Adilson.

Do Portal Vermelho

SABICHÕES EM BAIXA NO VIÉS POLÍTICO: Pessoas com “complexo de superioridade” não sabem de nada, diz estudo

(g-stockstudio/iStock)

Ninguém gosta de sabichões. Ainda mais quando se trata de política. E um novo estudo, da Universidade de Michigan, comprovou o que muita gente suspeitava: as pessoas que acham que “sabem de tudo” superestimam o que realmente sabem.

A pesquisa pegou justamente o viés político para analisar. Ela se concentrou em testar pessoas que acham que suas visões são melhores -e mais corretas- que outros pontos de vista. Para isso, os cientistas adotaram dois critérios. Primeiro, compararam o grau de conhecimento dos sabichões com o de outras pessoas. Depois, avaliaram se eles eram bons em procurar novas informações.

No primeiro teste, os participantes precisaram relatar suas opiniões sobre alguns tópicos, e aqueles que achavam que suas opiniões eram as mais corretas precisavam justificar isso. Os pesquisadores perguntaram o quanto os participantes achavam que conheciam sobre o assunto e, após isso, fizeram quizzes completos testando seus conhecimentos. Não deu outra: em quase todos os testes, os “sabichões” estavam superestimando seu próprio conhecimento. “Enquanto os participantes mais humildes às vezes até subestimavam seus conhecimentos, os que se viam como ‘superiores’ tendiam a pensar que eles sabiam muito mais do que realmente sabiam”, disse Michael Hall, autor do estudo.

Na segunda parte da experiência, os pesquisadores mostraram aos participantes artigos de notícias sobre diversos temas políticos, e pediram que eles selecionassem quais gostariam de ler. Os sabichões nem titubearam: a maioria pegou artigos que confirmavam seus pontos de vista. E o pior, eles sabiam disso: quando os pesquisadores perguntaram a eles que tipo de artigos haviam escolhido, os sabichões prontamente admitiam que haviam escolhido textos que sustentavam suas próprias opiniões. “Nós pensamos que se as pessoas ‘superiores’ mostrassem uma tendência a buscar um conjunto equilibrado de informações, elas poderiam alegar que chegaram à sua ‘opinião correta’ por meio de um pensamento crítico e ponderado sobre ambos os lados da questão”, disse Hall. Mas, como visto na pesquisa, não foi isso que aconteceu.

O estudo também afirma que os “sabichões” evitam opiniões contrárias porque aquilo em que eles acreditam está fortemente ligado aos seus valores. Eles não querem ter suas convicções morais desafiadas – ou até negadas. No fim, a pesquisa confirma velhas palavras de Millôr Fernandes: quem sabe tudo, é porque anda muito mal informado.

Super Interessante

PCdoB confirma candidatura de Manuela d’Ávila à Presidência da República

Dizendo-se esperançosa quanto à possibilidade de união entre os demais quadros da esquerda em torno de apenas um nome, a candidata se colocou como a melhor opção

Manuela d’Ávila apresentou bandeiras como a da reforma da segurança pública e a justiça tributária

A deputada estadual Manuela d’Ávila foi confirmada pelo PCdoB nesta tarde como candidata do partido à Presidência da República. Dizendo-se esperançosa quanto à possibilidade de união entre os demais quadros da esquerda em torno de apenas um nome, a candidata se colocou como a melhor opção para construir um “novo projeto” de desenvolvimento para superar desigualdades regionais, de gênero e de raça.

Ao discursar, depois de ter a candidatura lançada com apoio unânime dos delegados do partido, Manuela d’Ávila apresentou bandeiras como a da reforma da segurança pública, a justiça tributária, o combate às grandes corporações e a revogação da reforma trabalhista e da emenda constitucional que estabeleceu um teto para os gastos públicos por 20 anos. Ela criticou o “desemprego recorde”, a queda da massa salarial e a evasão de jovens de universidades e escolas técnicas.

Apos o evento, a candidata voltou a dizer que abrirá mão de disputar a Presidência caso haja unidade dos três outros partidos da esquerda que pretendem concorrer ao pleito.

“Serei candidata, a partir da homologação, para defender o nosso país da cobiça das grandes corporações e das grandes potências internacionais. Sou candidata porque o Brasil é um sonho que pode ser realizado, porque acreditamos que é possível defender o desenvolvimento sustentável, aquele que coloca a Região Amazônica no centro das alternativas”, disse.

Reforma da Previdência

Sobre a Previdência, a candidata defendeu que se faça antes uma auditoria para saber o “tamanho do déficit”, e depois propor uma reforma que combata os privilégios. Manuela d’Ávila também disse apoiar a taxação dos lucros, dividendos e das grandes fortunas. “É necessário radicalizar a democracia. Ou seja, ocupar poder. É possível construir uma política com muito mais participação da sociedade”, prometeu ainda.

Em diversos momentos do discurso, a candidata criticou também a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, segundo ela, tem sido perseguido porque lidera as pesquisas de intenção de voto. “Nós acreditamos na necessidade de, durante os próximos 60 dias, não baixarmos a bandeira da defesa da liberdade de Lula”, disse.

Participaram da convenção o governador do Maranhão, Flávio Dino; a senadora Vanessa Graziotin (AM); a deputada Jandira Feghali (RJ); e a presidenta nacional da sigla, Luciana Santos. Também estiveram presentes a presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), Marianna Dias, e a coordenadora da campanha de Manuela, a ex-vice-prefeita de São Paulo Nádia Campeão.

Perfil

Nascida em Porto Alegre (RS) em agosto de 1981, Manuela Pinto Vieira D’Ávila é jornalista. Ingressou em 1999 na União da Juventude Socialista, ligada ao PCdoB, e mais tarde chegou à vice-presidência da UNE. Foi vereadora na capital gaúcha e deputada federal por dois mandatos.

Sua atuação sempre foi focada em pautas sociais especialmente educação, juventude e direitos humanos. Manuela também já se candidatou, sem sucesso, duas vezes, à prefeitura de Porto Alegre, em 2008 e 2012. Desde 2015, ocupa uma vaga na Assembleia Legislativa do estado.

 

Fonte: Agora RN

%d blogueiros gostam disto: