Saída à crise passa por projeto com valorização do trabalho, aponta novo presidente da CTB-RN

 

Somente um projeto construído na unidade de amplas forças em torno da retomado do desenvolvimento e da soberania nacional com valorização do trabalho é capaz de tirar o país da crise. Com essa assertiva foi empossado na última sexta-feira, 15, o novo presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Estado do Rio Grande do Norte, o professor Wellington Duarte, chefe do departamento de Economia da UFRN e atual presidente do ADURN-Sindicato.

A cerimônia de posse da nova diretoria, que vai conduzir política e administrativamente a entidade no próximo quadriênio (2017/2021), reuniu trabalhadores, lideranças dos movimentos sociais e sindicais, políticos potiguares e a sociedade civil. Estiveram presentes a senadora Fátima Bezerra (PT), o deputado estadual Fernando Mineiro (PT), o vice-presidente eleito no 4º Congresso Nacional da CTB, Divanilton Pereira, representantes da Intersindical, CUT e Nova Central, Santino Arruda, José Teixeira e Joaquim Bezerra, respectivamente, e os presidentes estaduais do PCdoB e do PT, Antenor Roberto e Júnior Souto.

Na mesa, as falas denunciaram a ofensiva conservadora, de desmonte do Estado brasileiro e de destruição dos direitos da classe trabalhadora, e a necessidade de unidade e clareza na luta em defesa da produção, do trabalho, do emprego e do fortalecimento do Estado nacional e da soberania do país.

Resistência

À luz da crise institucional, a senadora Fátima Bezerra falou em sequestro de sonhos e esperança, referindo-se à descrença da sociedade na política e nas instituições democráticas, e ressaltou o papel da CTB e da união de forças em busca da retomada do desenvolvimento. “Temos clareza dos duros ataques que os trabalhadores vêm sofrendo e de que precisamos lutar. Por isso, estamos juntos”, afirmou.

O deputado estadual Fernando Mineiro, destacou a relevância da solenidade para reafirmar a necessidade de fortalecimento das Centrais Sindicais neste cenário conturbado e hostil à classe trabalhadora. “Resistir e se manter de pé nesta luta são tarefas centrais”, enfatizou.

Luta internacionalista

O vice-presidente eleito no 4º Congresso Nacional da CTB, Divanilton Pereira, falou dos enormes retrocessos vividos no campo do trabalho à nível internacional. Ao afirmar que “o mundo vive efeitos de uma severa crise capitalista”, o dirigente pontuou dois aspectos: o ataque à agenda trabalhadora em todo o mundo e a defensiva estratégica no campo político. “O que estamos assistindo à nível internacional são forças de formas novas mas com conteúdo liberal histórico, que se apresentam como se de centro político fossem”, destacou.

Divanilton avalia que a agressão à democracia no Brasil é parte da estratégia e a aplicação da agenda ultraliberal em curso é seu objetivo maior. “O grande desafio do movimento sindical internacional é evitar sua dispersão política e constituir uma plataforma unitária em defesa do trabalho e uma ampla agenda de mobilizações em nível mundial”, aferiu.

Para ele, é necessário ter a compreensão de que não basta demarcar posição, “é preciso a capacidade de compreender a natureza do golpe e seus grandes objetivos estruturantes”.

00 ctb rn posse ato divanilton

Consolidação da CTB

Ao elencar as ações e atitudes que nortearam o mandato da gestão cessante, Moacir Soares, que passará a comandar a secretaria de Imprensa e Comunicação, enfatizou a postura propositiva, consequente e responsável da CTB na condução e encaminhamento das lutas dos trabalhadores neste ambiente de incerteza, instabilidade e enorme insegurança da conjuntura nacional, fundamental para “consolidação desta central frente à sociedade potiguar”

Finalizou agradecendo a confiança depositada em suas gestões durante os oito anos em que esteve à frente da condução política e administrativa da central e afirmando ser preciso o movimento se energizar para enfrentar os desafios diante da atual conjuntura e lutar por um novo projeto nacional baseado na valorização do trabalho, na democracia e na soberania nacional.

00 ctb rn posse ato moacir

Unidade

Empossado, o novo presidente da CTB, Wellington Duarte, reafirmou o compromisso assumido em sua eleição de unificar o movimento dos trabalhadores em torno da definição de uma agenda comum de luta, e ressaltou o desafio de dirigir a Central no contexto do cenário de dificuldades econômicas e de total descrença na política. “Teremos um quadriênio em que os embates econômicos, políticos e sociais será a espinha dorsal da futura geração de brasileiros e brasileiras, e isso implica em imensa responsabilidade, da qual não pretendo fugir”.

Para Wellington, as tarefas que se apresentam para a nova gestão revelam os horizontes de uma entidade em crescimento, com grande prestígio entre os trabalhadores e as forças políticas e que ganhou, nos dez anos de sua existência, um protagonismo crescente nas lutas sociais, que deve se manifestar na maturidade e experiência de seus dirigentes e quadros, e no grau de unidade que as centrais precisam alcançar neste crítico cenário de ameaças.

00 ctb rn posse ato2

“Assumir a CTB num momento em que os trabalhadores enfrentam o desmonte de todas as áreas e o perigo iminente da implantação de uma reforma trabalhista ilegal e imoral, já que sequer foi discutida com as representações dos trabalhadores e da sociedade, é um desafio enorme e tentarei estar à altura desse desafio, implementando uma gestão coletiva e de co-responsabilidade dos diretores”, afirmou o novo presidente da CTB-RN.

Finalizou ressaltando que, além do esforço pela unidade das forças democráticas, progressistas e populares, a CTB, com clareza, apresenta um novo projeto nacional, apontando uma saída avançada para a retomada do desenvolvimento nacional com emprego e valorização do trabalho.

Por Jana Sá

Anúncios

Cerimônia de posse da nova diretoria da CTB-RN é nesta sexta-feira (15) na Fetarn

98a91-ctb-rn-wellington-duarte-de-preto

 

 

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil no Estado do Rio Grande do Norte (CTB-RN) empossa nesta sexta-feira (15) os membros de sua nova diretoria.
O evento acontece a partir das 19h, no auditório da Federação dos Trabalhadores do RN (Fetarn) e contará com presença de representantes de sindicatos, centrais sindicais e movimentos sociais.
Moacir Soares passa a presidência ao professor Francisco Wellington Duarte, chefe do departamento de Economia da UFRN e atual presidente do ADURN-Sindicato, eleito no 4º Congresso Estadual, em 17 de junho. Moacir Soares passará a comandar a secretaria de Imprensa e Comunicação da estadual.
“Assumir a CTB num momento em que os trabalhadores enfrentam o desmonte de todas as áreas e o perigo iminente da implantação de uma reforma trabalhista ilegal e imoral, já que sequer foi discutida com as representações dos trabalhadores e da sociedade, é um desafio enorme e tentarei estar à altura desse desafio, implementando uma gestão coletiva e de co-responsabilidade dos diretores”, afirmou o novo presidente da CTB-RN, Wellington Duarte.
Com a nova formação, a direção da CTB-RN se reunirá amanhã para fazer seu Planejamento Estratégico para os próximos 4 anos.
Portal CTB

Enceramento do 4º Congresso da CTB/RN

O enceramento do 4º Congresso Estadual da CTB/RN, aconteceu na tarde do dia 17 de junho de 2017, no Auditório do Sinpol/RN em Natal, com a eleição da nova diretoria para o biênio 2017/2021, elegendo o Professor Wellington Duarte presidente da CTB/RN.

Abertura do 4º Congresso da CTB/RN

A abertura do 4º Congresso Estadual da CTB/RN, aconteceu na noite de 16 de junho de 2017, no Auditório do SINPOL/RN, em Natal, prestigiaram o evento, além dos dirigentes de direções sindicais filiados a CTB e convidados, dentre elas, Santino Arruda da Intersindical, Rosália Fernandes da CSP-Conlutas, Gilda Almeida da CTB/Nacional, Antenor Roberto do PCdoB/RN, Dep Estadual Fernando Mineiro do PT/RN, Manoel Candido da FETARN e Júnior Souto do PT/RN.

A CTB-RN se solidariza com os trabalhadores do RN, vítimas da crise econômica brasileira.

NOTA DA CTB-RN

logo_ctb_cor
A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) vem a público se solidarizar com todos os servidores públicos estaduais e municipais, que vem sofrendo as consequências da gravíssima crise econômica e política, que assola o país desde 2015, agravada pela ruptura democrática em 2016, que provocou uma queda nas receitas públicas em todas as esferas da Federação, gerando um retraimento da capacidade arrecadatória e de pagamentos dos estados e municípios.
No caso específico do Rio Grande do Norte, mais de 70% dos municípios, incluindo os três maiores (Natal, Mossoró e Parnamirim), estão acima do limite legal da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), no que se refere à relação entre despesas com pagamento de pessoal e Receitas Correntes Líquidas (RCL), o que aponta para a possibilidade de tomada de decisões que podem afetar negativamente a vida de milhares de norte riograndenses.
No momento em que se verifica que há um grave crise econômica, não se pode colocar o peso da responsabilidade nas costas dos trabalhadores, principais vítimas desse processo, alimentado por uma política econômica, implantada desde 2016, que restringe a capacidade de dinamização da economia com arrochos fiscais inconsequentes e draconianos e que, por conseguinte tem gerado mais desemprego, queda nas atividades econômicas e das receitas oriundas dos impostos arrecadados, principal sustento dos entes federados.
A CTB chama a atenção da sociedade potiguar para a nossa situação, claramente recessiva, e afirma que é necessário que a ampla união dos patriotas, democratas e progressistas, para que possamos fazer um grande acordo nacional para sairmos dessa situação difícil e que possamos retomar a democracia e reiteramos que as atuais dificuldades do governo estadual e dos municípios, não pode ser resolvida com ações que precarizem ainda mais a vida dos servidores públicos e da sociedade.

Direção da CTB/RN

4º Congresso da CTB-RN elege nova direção para quadriênio 2017/2021

 

Terminou na tarde do dia 17/06 o 4º Congresso Estadual da CTB-RN, com a eleição de uma nova diretoria para o quadriênio 2017-2021 e um novo presidente, Wellington Duarte, professor e chefe do Departamento de Economia da UFRN, além de presidente do Sindicato dos Docentes da UFRN – ADURN.

A abertura do 4º Congresso foi realizada na sexta (16) a noite e contou com uma homenagem a memória de José Ferreira, militante social e ex-presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Rio Grande do Norte – FETARN que faleceu no mês de abril.

O Congresso aconteceu no auditório do Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte – SINPOL-RN em Natal e reuniu cerca de 200 pessoas, entre sindicalistas, militantes sociais, políticos e personalidades. A etapa local elegeu os delegados potiguares que irão participar do 4º Congresso Nacional da CTB previsto para ocorrer em agosto.

O encontro contou com a intervenção de Gilda Almeida, secretária-adjunta de Finanças da CTB Nacional O tema do evento, abordado ao longo de dois dias, foi “Democracia, Resistência e Luta”, e ouviu as opiniões de 20 entidades sindicais de todo o  Rio Grande do Norte. Uma delegação do SINTSERP esteve presente ao 4º Congresso. Os diretores do sindicato Alexander de Brito, Celino Bezerra, Juliana Soares, Verônica Batista e Vilma Leão foram eleitos para compor a nova direção da Central.

Fonte: Sintserp
%d blogueiros gostam disto: