Archive | julho 2014

Sindicato dos Rodoviários do RN dialoga com Fátima Bezerra

IMG_80132-2
Os representantes da direção do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do RN (Sintro /RN) declararam apoio à campanha de Fátima para o Senado nesta quinta-feira (31). Em reunião com a candidata, o presidente do sindicato, Nastagnan Batista, apresentou as lutas da categoria.Adicionais de periculosidade e insalubridade e aposentadoria após 25 anos de contribuição entram na lista de reivindicações dos rodoviários.
“Somos sindicalistas. Escolhemos uma candidata que vem da luta sindical. Precisamos pôr o trabalhador para representar o trabalhador. Além disso, ela já tem trazido muitas conquistas para o estado”, declarou o dirigente Paulo Herôncio.

Fonte: Blog do Robson Pires

Anúncios

Governadora do RN determina medidas para atender reivindicação na área de Oiticica

rosalba-agricultores
A governadora Rosalba Ciarlini recebeu na tarde desta segunda-feira (28) membros Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do RN (Fetarn) para uma audiência com o secretário de Agricultura, Tarcísio Bezerra Dantas. Na ocasião, a Chefe do Executivo Estadual determinou medidas para cumprimento dos compromissos acordados nas áreas de recursos hídricos, como relação dos locais de instalação de 1.500 poços e a relação das comunidades que receberão os 120 dessalinizadores, entre outros benefícios. Os demais pontos discutidos foram a convivência das famílias com o semiárido, manejo sustentável da agropecuária familiar, estratégias para implementação do Cadastramento Ambiental Rural (CAR) e a possibilidade de inclusão de novos projetos em editais do RN Sustentável.
Entre os assuntos tratados na audiência também foram abordadas as indenizações de Barra de Santana, debatida na sexta-feira (25) pelo secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Luciano Xavier, com o Movimento dos Atingidos e Atingidas pela Construção da Barragem de Oiticica. Entre as propostas foram detalhados os prazos e valores de indenização a serem pagos aos proprietários dos imóveis rurais; prazos para a execução da nova Barra de Santana; compromisso do Governo em construir agrovilas nos três municípios para continuar garantindo aos agricultores, a sua subsistência; compromisso do Governo em atender inquilinos que moram em casas cedidas ou alugadas, com a construção de uma residência própria, através de um Programa Habitacional do Governo Federal e a garantia que o fechamento da calha do rio só acontecerá depois que todos os moradores forem indenizados e a nova Barra de Santana esteja concluída e a população já assentada.

Fonte: Blog do Robson Pires

A PESQUISA NA OPINIÃO DOS CANDIDATOS A DEPUTADOS ORIUNDOS DE CURRAIS NOVOS/RN

10420196_568587253250250_5973583526261707997_n

O blog tentou contato com os candidatos com base política no município de Currais Novos para ouvir o que eles tinham a dizer sobre o resultado da pesquisa divulgada no último sábado sobre o pleito de 2014 na cidade.

Dos nomes estimulados no município apenas Carlson Gomes e Ezequiel Ferreira atenderam nosso telefonema.

Odon Júnior e Medeiros Paulino não atenderam nosso contato ou o celular estava fora de área ou desligado.

CARLSON GOMES :

“O que tenho a dizer é que vou continuar o meu trabalho de levar a cada recanto de Currais Novos as minhas propostas e que espero o julgamento final e consciente da população na pesquisa definitiva no dia 05 de outro próximo”.

EZEQUIEL FERREIRA:

“Fiquei feliz com a lembrança e o reconhecimento ao trabalho que tenho feito na Assembleia Legislativa. Colocamos emendas parlamentares, ruas já estão sendo pavimentadas em parceria com a administração Vilton Cunha. Sou a única voz de Currais Novos no Poder Legislativo estadual e sempre defendi melhorias na saúde e segurança. Agora estamos juntamente com Vilton, Zé Lins e os vereadores cobrando a Henrique o início da adutora de engate rápido para resolver a questão do abastecimento. A CDL de Currais Novos é testemunha do nosso esforço. Vamos continuar esse trabalho”, disse o deputado Ezequiel Ferreira.

MOACIR SOARES:

Moacir Soares usou o contato do blog para falar sobre a pesquisa fazendo o seguinte comentário:

“Fico deveras agradecido, pela excelente aceitação do meu nome como possibilidade para representar a terra que me acolheu por três longas décadas, onde tive a honra de durante 18 anos trabalhar como Carteiro, no Rádio e na TV, bem como rodoviário, onde tive a felicidade me casar e ver nascer e criar meus três filhos, na verdade ainda não iniciei minha campanha em Currais Novos, mais uma razão de me animar com os números, uma vez que ainda tem 24,3% de indecisos…..Vamos que vamos construindo uma vitória classista”, disse Moacir.

Fonte: blog do Geraldo Júnior

Item Pesquisas: Os melhores nomes para representar Currais Novos na Assembleia Legislativa, Moacir Soares aparece bem destacado.

unnamed
O Item Pesquisas Técnicas em parceria com o Blog Geraldo Júnior divulga a primeira pesquisa registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo nº RN-00007/2014. Os dados foram colhidos somente em Currais Novos, nos dias 22 e 23 deste mês. Foram ouvidas 600 pessoas, na cidade e nas comunidades rurais.

Entre estes candidatos a deputado estadual, qual o (a) Sr(a) acha que será o melhor representante para sua cidade? (Estimulado só com os nomes de Currais Novos)

– Ezequiel Ferreira obteve 27,0%
– Odon Júnior 22,0%
– Carlson Gomes 11,5%
– Medeiros 6,0%
– Moacir Soares 3,5%
– Não sabem ou não responderam 30,0%.

O Item Pesquisas Técnicas em parceria com o Blog Geraldo Júnior divulga a primeira pesquisa registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo nº RN-00007/2014. Os dados foram colhidos somente em Currais Novos, nos dias 22 e 23 deste mês. Foram ouvidas 600 pessoas, na cidade e nas comunidades rurais.

Qual sua opção para deputado estadual se a eleição fosse hoje? (Espontânea)

EZEQUIEL FERREIRA – 28,6%
ODON JUNIOR – 15,0%
CARLSON GOMES – 9,5%
TOMBA – 6,0%
NELTER QUEIROZ – 3,8%
HERMANO MORAIS – 3,0%
VIVALDO COSTA – 2,2%
MEDEIROS – 2,0%
JACÓ JÁCOME – 1,6%
JOSÉ ADÉCIO – 1,2%
MOACIR SOARES – 1,2%
OUTROS NOMES CITADOS ( MARCIA MAIA, GUSTAVO FERNANDES, AMAZAM, BISPO FRANCISCO e DIBSON NASSER) – 1,6%
NENHUM NOME CITADO – 24,3%

Observação: A campanha de Moacir Soares ainda não começou em Currais Novos/RN (Grifo nosso)

Fonte Blog do Geraldo Júnior

25 de julho é o Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha

10561547_1655241318034602_1342994048578842451_n
A data marca a resistência da mulher afrodescendente contra a opressão de gênero, o racismo e a exploração de classe. No Brasil, esta é a primeira vez que a data é comemorada. Sancionada em 2 de junho de 2014, a Lei do Dia Nacional da Mulher Negra é conhecida também como o Dia Nacional de Tereza de Benguela.
Teresa de Benguela foi uma líder quilombola (aldeias que refugiavam os escravos que fugiam) que viveu no estado do Mato Grosso, na região Centro-Oeste do Brasil.
Na altura em que a proposta foi enviada para ser aprovada pela presidente brasileira, o relator do projecto, o deputado Evandro Milhomen, salientou que “sob sua liderança, o quilombo Quariterê resistiu à escravidão por duas décadas, e sobreviveu até 1770″.
Mesmo com um nome que sugere as suas origens, na verdade não há dados que confirmem se Teresa de Benguela era africana ou brasileira. Dizem que liderou um levantamento de negros e índios, instalando-se próximo da fronteira com a Bolívia. Durante décadas, Teresa esteve à frente do quilombo.
Teresa de Benguela era casada com José Piolho, que chefiava o quilombo do Piolho ou Quariterê, nos arredores de Vila Bela da Santíssima Trindade, no Mato Grosso. Quando o seu marido morreu, Teresa assumiu o comando daquela comunidade.
Revelando-se uma líder ainda mais implacável, comandou a estrutura política, económica e administrativa do quilombo, mantendo um sistema de defesa com armas que eram trocadas com os brancos ou resgatadas das vilas próximas.
O Quariterê cultivava algodão e possuía teares onde se fabricavam tecidos que eram comercializados fora dos quilombos.
Com as fugas de escravos cada vez mais frequentes, e confrontados com a façta de mão-de-obra, os proprietários das minas e o governador criaram uma missão para capturar os escravos. As comunidades foram destruídas, muitos negros foram mortos, feridos, torturados e aprisionados.
Teresa de Benguela foi presa numa dessas emboscadas e morreu por inanição alguns dias depois da captura. Recusara-se a comer devido às humilhações e desrespeito a que fora submetida.

Com EBC e Rede Angola

Ariano Suassuna morre aos 87 anos em Recife

126671

O escritor Ariano Suassuna morreu no fim da tarde desta quarta-feira (23) em Recife. Em estava em coma após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e passar por uma cirurgia de emergência. De acordo com o Diário de Pernambuco, o protocolo para confirmar a morte cerebral de Ariano foi aberto durante a manhã e a morte foi confirmada pela equipe médica às 17h40.

Suassuna passou mal em casa, na noite de segunda-feira (21), e foi levado ao hospital por volta das 20h, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) do tipo hemorrágico. Às 23h, terminou a cirurgia de emergência para a colocação de dois drenos, com o objetivo de controlar a pressão intracraniana provocada pelo AVC. Desde então, o escritor estava internado na UTI Neurológica, sem previsão de alta.

Vida

Ariano Vilar Suassuna nasceu em 16 de junho de 1927 na cidade de Nossa Senhora das Neves, atual João Pessoa, e se tornou imortal da Academia Brasileira de Letras em 1990. O escritor chegou a exercer a profissão de advogado durante alguns anos, antes de render à paixão por escrever e retratar o Sertão e o Nordeste brasileiro.

A influência parterna teve papel fundamental na formação de Ariano Suassuna. O próprio escritor afirmava que fora através da biblioteca de João Suassuna que tomou o gosto pela leitura, com acesso às obras de Júlio Ribeiro, Eça de Queiroz, Aluízio Azevedo, Machado de Assis e, além deles, Leonardo Mota, a quem se referia como “o Câmara Cascudo do Ceará”. Um dos maiores sucessos de Ariano Suassuna, O Auto da Compadecida, foi escrito com base em três folhetos de cordel de Mota. Sua primeira peça, no entanto, foi “Uma Mulher Vestida de Sol”, escrita em 1947, quando cursava Direito em Pernambuco.

Suassuna se formou em 1950 e chegou a exercer a profissão de advogado durante seis anos, tempo onde também escreveu peças como Torturas de um Coração (1951), o Castigo da Soberba (1953), O Rico Avarento (1954) e o Auto da Compadecida (1955), peça que o projetou em todo o país.

Em 1959, em companhia de Hermilo Borba Filho, fundou o Teatro Popular do Nordeste, que montou em seguida a “Farsa da Boa Preguiça” e “A Caseira e a Catarina”. Porém, no início dos anos 60, interrompeu a carreira de dramaturgo para se dedicar às aulas de Estética na Universidade Federal de Pernambuco, onde era professor desde 1956. Aos poucos, voltou a conciliar os trabalhos e permaneceu na UFPE até até 1994, quando se aposentou.

Entre as principais obras da carreira de Ariano Suassuna estão “O Santo e a Porca”, “O Auto da Compadecida”, “O Castigo da Soberba”, “Romance d’A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta” e “História d’O Rei Degolado nas Caatingas do Sertão / Ao Sol da Onça Caetana”.

Ligação com o RN

Ariano Suassuna tinha uma forte ligação com o Rio Grande do Norte. Admirador da obra de Câmara Cascudo e dos versos de Fabião das Queimadas, o dramaturgo já conhecia o Rio Grande do Norte desde a infância. O avô paterno, Alexandrino Suassuna, era natural de Martins, no Alto Oeste potiguar, e a mãe tinha parentes em Carnaúba dos Dantas.

No Rio Grande do Norte, Ariano Suassuna recebeu da UFRN o título de Doutor Honoris Causa em 2000, além dos títulos de Cidadão Norte-Riograndense (2008) na Assembleia Legislativa e Cidadão Natalense (2007), na Câmara Municipal do Natal. Ao receber dos vereadores, inclusive, falou sobre o carinho que tem por Natal.

“Foi em Natal onde avistei pela primeira vez o zeppelin. Natal para mim é como Recife. Recife é a porta azul e verde do mar e castanha e vermelha do sertão. Este título é a oficialização do carinho com que sou tratado quando venho a esta cidade”, afirmou, em 2007.

Ao receber o título em Natal, Ariano Suassuna lembrou, emocionado, da amizade com o escritor potiguar Oswaldo Lamartine, morto poucos meses antes de Suassuna receber o título na Câmara Municipal. “Quando fomos perseguidos, fui abrigado pelas famílias do governador Juvenal Lamartine e do desembargador Silvino Bezerra. Quero concluir agradecendo o titulo de cidadão natalense na pessoa de alguém que sei que está aqui: Oswaldo Lamartine”, disse.

Fonte: Tribuna do Norte

Maioria dos candidatos do RN tem ensino superior

Tribuna do Norte – Estatística produzida pela Justiça Eleitoral mostrou que a maioria dos candidatos ao pleito do Rio Grande do Norte têm ensino superior completo e estão na faixa entre 45 e 49 anos. Dos 392 pedidos protocolados de registro de candidatura, 74 estão nesta faixa etária. Outros 65 candidatos têm entre 50 e 54 anos. Apenas seis candidatos estão na faixa etária entre entre 75 e 79 anos. E na faixa entre 20 e 24 anos são 13 candidatos.
Já no comparativo do grau de escolaridade dos candidatos, a grande maioria é composta por pessoas com ensino superior completo. São 191 nesta condição. Os cinco postulantes ao Executivo estadual (o deputado federal Henrique Eduardo Alves, o vice-governador Robinson Faria, o advogado Araken Farias, a sindicalista Simone Dutra e o professor Robério Paulino) têm ensino superior completo. Dos cinco candidatos ao Senado apenas um não têm esse nível de escolaridade. Situação semelhante a dos cinco candidatos a vice-governador, quando apenas um apresenta ensino médio incompleto.
Entre os 270 candidatos a deputado estadual, nove estão na condição de apenas “ler e escrever” e 4 têm ensino fundamental incompleto. Disputando uma vaga na Assembleia Legislativa, 120 pessoas têm ensino superior completo. Na análise do quadro de candidatos a deputado federal, um está na condição de “lê e escrever” e três têm nível fundamental incompleto. Dos 97 postulantes às oito vagas de deputado federal, 51 têm ensino superior completo e 9 apresentam superior incompleto.
Os homens dominam as candidaturas. Das 392 pessoas que pleiteiam cargos eletivos no Rio Grande do Norte, 268 são homens. Dos cinco candidatos ao Governo do Estado apenas uma é mulher, situação semelhante das cinco candidaturas a vice-governador. Já na análise do Senado, das cinco postulantes, três são mulheres.candidatos-TN

%d blogueiros gostam disto: