Archive | junho 2012

Natal: PCdoB oficializa apoio a Carlos e homologa candidaturas

Militantes, amigos, lideranças dos movimentos sociais, sindicais e da Juventude, além dos comunistas candidatos ao pleito eleitoral deste ano participam neste sábado, 30 de junho, da convenção municipal do PCdoB em Natal. O evento, que acontece às 14h, no auditório da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, objetiva homologar a nominata de veradores do PCdoB e oficializar o apoio do Partido à candidatura de Carlos Eduardo (PDT) à prefeito.

O Partido, que vem de uma trajetória ascendente de afirmação política e consolidação orgânica, buscará nas eleições deste ano ampliar a atual representação do PCdoB na Câmara Municipal, além de eleger Carlos Eduardo prefeito. “Vamos dar a largada a uma grande campanha, reafirmando a posição do PCdoB de apoiar e eleger Carlos Eduardo e de ampliar consideravelmente a presença comunista na Câmara Municipal”, avalia o presidente do Comitê Municipal do PCdoB em Natal, João Oliveira.

O dirigente ressaltou a representatividade da nominata de vereadores, que se apresenta diversificada e com ampla presença de lideranças dos mais variados segmentos da sociedade, trabalhadores e trabalhadoras, jovens, intelecutais e lideranças comunitárias e dos movimentos sociais.

O PCdoB natalense também está empenhado em reforçar o campo democrático popular em torno do governo Dilma. “O objetivo é construir uma ampla coalizão das forças progressistas para resgatar a Cidade para os natalenses e fortalecer o campo popular para a disputa de 2014”, enfatizou o presidente do comitê estadual do PCdoB/RN, Antenor Roberto.

De Natal, Jana Sá

Anúncios

Mulher pede indenização na justiça por ter casado com homem de pênis pequeno

– Publicado por Robson Pires,

Mulher processa o ex-marido por insignificância peniana

KDB, 26 anos, advogada e residente no município de Porto Grande no Amapá decidiu processar seu ex-marido por uma questão até então inusitada na jurisprudência nacional. Ela processa ACD, comerciante de 53 anos, por insignificância peniana.

Embora seja inédito no Brasil os processos por insignificância peniana são bastante frequentes nos Estados Unidos e Canadá. Esta moléstia é caracterizada por pênis que em estado de ereção não atingem oito centímetros. A literatura médica afirma que esta reduzida envergadura inibe drasticamente a libido feminina interferindo de forma impactante na construção do desejo sexual.

O casal viveu por dois anos uma relação de namoro e noivado e durante este tempo não desenvolveu relacionamento sexual de nenhuma espécie em função da convicção religiosa de ACD. KDB hoje o acusa de ter usado a motivação religiosa para esconder seu problema crônico. Em depoimento a imprensa a denunciante disse que “se eu tivesse visto antes o tamanho do ‘problema’ eu jamais teria me casado com um impotente”.

Do blogue: se a moda pega, hein? Tem muito cabra se borrando de medo. rsrsrs

Médico retira verme de 13 cm de olho de homem na Índia

– Publicado por Robson Pires

 

Um médico indiano retirou um verme vivo, com 13 centímetros de comprimento, de dentro do olho de um paciente de 75 anos. O animal estava por baixo da conjuntiva, uma fina membrana que reveste o olho.

“Foi a primeira vez em minha carreira de 30 anos que vi um caso desses”, afirmou o médico V. Seetharaman, que já tinha ouvido falar da remoção de de vermes menores, de 2 ou 3 centímetros, e acredita que esse possa ser um “recorde”.

Na última quarta-feira (27), o médico descobriu o verme no olho de P.K. Krishnamurthy, que se queixava de irritação e vermelhidão no olho. Segundo Seetharaman, o paciente também apresentava sinais de confusão mental.

Nova Diretoria do ADURN-Sindicato toma posse

Foi empossada nesta sexta-feira, 22 de junho, a nova diretoria do ADURN-Sindicato para o triênio 2012/2015. A solenidade, realizada no anfiteatro A do Centro de Ciências Exatas e da Terra, foi bastante prestigiada por docentes e autoridades acadêmicas e da sociedade civil.

A nova diretoria, com 11 nomes, terá a professora Ângela Ferreira na presidência e o professor Wellington Duarte na vice, e será responsável pela condução política e administrativa do Sindicato no triênio 2012-2015.

Após a apresentação da Orquestra Potiguar de Clarinetas da UFRN, o presidente da gestão cessante, João Bosco Araújo, ressaltou os desafios que a nova gestão terá na luta pela consolidação do Novo Movimento Sindical, propositivo e pautado pela negociação, e agradeceu aos professores da UFRN o apoio recebido durante a gestão e pela “honrosa oportunidade” de representá-los.

“Esta última gestão foi marcada por uma caminhada vitoriosa dos Docentes da UFRN. Conquistamos nossa liberdade e autonomia, nos tornando um Sindicato reconhecido e respeitado pela Comunidade Acadêmica e pela Sociedade Civil do Estado”, enfatizou João Bosco Araújo.

No discurso de posse, a nova presidente do ADURN-Sindicato, Ângela Ferreira, fez uma breve avaliação do resultado da eleição e dos desafios da categoria docente para os próximos três anos. “Hoje, só topei este desafio porque o Sindicato se encontra muito mais definido politicamente. Conseguimos uma vitória importante, que foi a desvinculação da Andes, e a transformação da ADURN em Sindicato autônomo, com base territorial, e com muito mais autonomia de luta. Somos filiados a uma outra entidade nacional, que fortalece a luta do sindicato, articulando os sindicatos das IFES em todo o país, mais temos muito mais liberdade de atuação a nível estadual”.

Para a professora Ângela Ferreira, “o desafio agora é consolidar esta nova vertente, este novo movimento que consideramos que caminha no sentido de fortalecer as universidades e o trabalho docente de forma propositiva.”.

Confira a relação da nova diretoria:

Presidente: Maria Ângela Fernandes Ferreira

Vice-Presidente: Francisco Wellington Duarte

Secretário-Geral: Francisco Luiz Mascena

Secretário-Geral Adjunto: Guttenberg Martins

Primeiro Tesoureiro: José Ferreira Campos Sobrinho

Segundo Tesoureiro: Maria Nazaré de Arruda Cardozo

Diretor de Política Sindical: Douglas do Nascimento Silva

Diretor de Assuntos de Aposentadoria: Jandir Brandão de Lima

Diretor de Promoções Sociais, Culturais e Científicas: Marco Antonio Martins

Diretor de Assuntos do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico: Gilka Silva Pimentel

Diretor de Assuntos dos Campi das Universidades Federais do Rio Grande do Norte: Clóvis Almeida de Oliveira

 

Foi empossada nesta sexta-feira, 22 de junho, a nova diretoria do ADURN-Sindicato para o triênio 2012/2015. A solenidade, realizada no anfiteatro A do Centro de Ciências Exatas e da Terra, foi bastante prestigiada por docentes e autoridades acadêmicas e da sociedade civil.

A nova diretoria, com 11 nomes, terá a professora Ângela Ferreira na presidência e o professor Wellington Duarte na vice, e será responsável pela condução política e administrativa do Sindicato no triênio 2012-2015.

Após a apresentação da Orquestra Potiguar de Clarinetas da UFRN, o presidente da gestão cessante, João Bosco Araújo, ressaltou os desafios que a nova gestão terá na luta pela consolidação do Novo Movimento Sindical, propositivo e pautado pela negociação, e agradeceu aos professores da UFRN o apoio recebido durante a gestão e pela “honrosa oportunidade” de representá-los.

“Esta última gestão foi marcada por uma caminhada vitoriosa dos Docentes da UFRN. Conquistamos nossa liberdade e autonomia, nos tornando um Sindicato reconhecido e respeitado pela Comunidade Acadêmica e pela Sociedade Civil do Estado”, enfatizou João Bosco Araújo.

No discurso de posse, a nova presidente do ADURN-Sindicato, Ângela Ferreira, fez uma breve avaliação do resultado da eleição e dos desafios da categoria docente para os próximos três anos. “Hoje, só topei este desafio porque o Sindicato se encontra muito mais definido politicamente. Conseguimos uma vitória importante, que foi a desvinculação da Andes, e a transformação da ADURN em Sindicato autônomo, com base territorial, e com muito mais autonomia de luta. Somos filiados a uma outra entidade nacional, que fortalece a luta do sindicato, articulando os sindicatos das IFES em todo o país, mais temos muito mais liberdade de atuação a nível estadual”.

Para a professora Ângela Ferreira, “o desafio agora é consolidar esta nova vertente, este novo movimento que consideramos que caminha no sentido de fortalecer as universidades e o trabalho docente de forma propositiva.”.

Confira a relação da nova diretoria:

Presidente: Maria Ângela Fernandes Ferreira

Vice-Presidente: Francisco Wellington Duarte

Secretário-Geral: Francisco Luiz Mascena

Secretário-Geral Adjunto: Guttenberg Martins

Primeiro Tesoureiro: José Ferreira Campos Sobrinho

Segundo Tesoureiro: Maria Nazaré de Arruda Cardozo

Diretor de Política Sindical: Douglas do Nascimento Silva

Diretor de Assuntos de Aposentadoria: Jandir Brandão de Lima

Diretor de Promoções Sociais, Culturais e Científicas: Marco Antonio Martins

Diretor de Assuntos do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico: Gilka Silva Pimentel

Diretor de Assuntos dos Campi das Universidades Federais do Rio Grande do Norte: Clóvis Almeida de Oliveira

 

Fonte: Site da Adurn-Sindicato

Candidatos só podem utilizar Twitter em campanha eleitoral a partir de 6 de julho

É ilícita e passível de multa a propaganda eleitoral feita por candidato e partido político pelo Twitter antes do dia 6 de julho do ano do pleito, data a partir da qual a Lei das Eleições permite a propaganda eleitoral. Esse é o entendimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O posicionamento foi tomado quando foi mantida a multa de R$ 5 mil aplicada ao ex-candidato à Vice-Presidência da República em 2010 pelo PSDB, Índio da Costa, por veicular no Twitter mensagem eleitoral antes do período permitido pela legislação.

O TSE entendeu que o Twitter é um meio de comunicação social abrangido pelos artigos 36 e 57-B da Lei das Eleições, que tratam das proibições relativas à propaganda eleitoral antes do período eleitoral. Ao finalizar a votação, o presidente do TSE, ministro Ricardo Lewandowski, destacou que “os cidadãos, que não estiveram envolvidos no pleito eleitoral, podem se comunicar à vontade. O que não pode é o candidato divulgar a propaganda eleitoral antes”, afirmou o ministro Lewandowski, garantindo a liberdade de expressão.

O entendimento alcançado pela Corte por quatro votos a três, negando o recurso apresentado por Índio da Costa, manteve a multa de R$ 5 mil aplicada pelo ministro Henrique Neves, que julgou representação proposta pelo Ministério Público Eleitoral sobre o caso. O ministro entendeu que, ao utilizar o microblog para pedir votos ao candidato titular de sua chapa, José Serra, antes de 6 de julho, Índio da Costa fez propaganda eleitoral antecipada. Ele publicou a mensagem em favor de José Serra no dia 4 de julho de 2010.

Em seu voto-vista lido nesta noite em plenário, o ministro Gilson Dipp se associou à divergência aberta pela ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha e seguida pelo ministro Dias Toffoli e votou pelo provimento do recurso do ex-vice de Serra. Segundo o ministro Gilson Dipp, o Twitter, embora mecanismo de comunicação social, não pode ser definido como meio de comunicação geral, com destinários indefinidos, não se enquadrando, portanto, nos conceitos dos dois artigos da Lei das Eleições, mesmo com as alterações nela introduzidas pela Lei nº 12.034/2009.

“No Twitter não há a divulgação de mensagem para o público em geral, para destinários imprecisos, indefinidos, como ocorre no rádio e na televisão, mas para destinatários certos, definidos. Não há no Twitter a participação involuntária ou desconhecida dos seguidores. Não há passividade das pessoas nem generalização, pois a mensagem é transmitida para quem realmente deseja participar de um diálogo e se cadastrou para isso”, afirmou Gilson Dipp em seu voto.

Os ministros Aldir Passarinho Júnior, que já não integra a Corte, Marcelo Ribeiro, Arnaldo Versiani e o presidente do TSE, Ricardo Lewandowski, se posicionaram pela manutenção da multa e pela proibição da propaganda eleitoral de candidatos e partidos pelo Twitter antes do período admitido pela legislação. Já a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, o ministro Dias Toffoli e Gilson Dipp votaram contra a aplicação da sanção.

Com informações do TSE.

Aumento no repasse de combustíveis aos postos não pesará no bolso do consumidor

– Publicado por Robson Pires

 

Desde ontem, distribuidoras de combustíveis de todo o país estão comprando gasolina e óleo diesel mais caros à Petrobras. Mas o reajuste – de 7,83% para a gasolina e de 3,94% para o diesel – não alterará o preço ao consumidor, garantiu o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindcom).

Para evitar o aumento nas bombas, o governo reduziu a zero a alíquota da Cide, contribuição que incide sobre os combustíveis. Com a medida, o Sindicato das distribuidoras afirma que o reajuste não será repassado aos postos de combustíveis, o que deve evitar o impacto para o consumidor final.

%d blogueiros gostam disto: