Etapa Estadual da 10ª Conferência debate atuação e direção partidária no RN

Conferência Estadual

Com o objetivo de discutir a política do Partido e organizar sua militância em torno da construção de uma frente ampla em defesa do Brasil, do desenvolvimento e da democracia, o comitê estadual do PCdoB no Rio Grande do Norte realizou, no último sábado, 23 de maio, a etapa estadual da 10ª Conferência Nacional.

Com a presença do secretário nacional de Planejamento do PCdoB e Membro do comitê central, Ronald Freitas, o encontro aconteceu na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte. Além do debate sobre a necessidade de discutir e atualizar as formas de atuação do Partido Comunista do Brasil na atual conjuntura política e econômica nacional e internacional, os dirigentes que compõem o comitê estadual elegeram os delegados à 10ª Conferência Nacional do PCdoB, marcada para acontecer entre os dias 29 e 31 de maio, em São Paulo.
À luz do documento de análise conjuntural, o dirigente Ronald Freitas apresentou ao coletivo da militância e dos dirigentes estaduais uma reflexão sobre a grave crise política nacional em curso, a atualização e a efetivação das linhas de construção partidária e a sucessão que acontecerá na presidência nacional do Partido.

O dirigente fez uma aguda análise do conturbado ambiente de uma brutal ofensiva reacionária promovida por forças antidemocráticas e antinacionais, com a indisfarçável marcha golpista em curso no país. Para Ronald, essa investida da direita neoliberal objetiva pôr fim aos ciclos democrático e progressista.

Ao examinar as causas objetivas e as circunstâncias determinantes da atual conjuntura, o dirigente levantou a questão do lugar e do papel histórico do PCdoB, para enfatizar sua identidade de esquerda consequente, que trabalha em sintonia com a consciência do povo. “A árdua luta pela construção de um Brasil Socialista passa necessariamente pelo processo de construção e fortalecimento da nação em todos os terrenos, e desafia os comunistas brasileiros a desbravarem esses caminhos, com base nos postulados teóricos e políticos estabelecidos por Marx, Lenin e outros grandes revolucionários, e tendo os pés bem fincados em nossa realidade. O PCdoB está enfrentando esse desafio e tem obtido êxitos”, ressaltou Ronald Freitas.

As diversas intervenções que se seguiram à fala de Ronald convergiram para a necessidade de aperfeiçoar as formas de enfrentamento à dura e acirrada luta política em curso no país, bem como de renovação e fortalecimento da sigla partidária nas próximas eleições de 2016. Para tanto, as falas dos dirigentes reafirmaram a importância de se renovar os métodos de atuação do Partido, que neste momento de crise política é chamado a ocupar, uma vez mais, seu lugar na história e influir no curso político pela garantia da manutenção e o avanço do projeto de desenvolvimento econômico com distribuição de renda, justiça e inclusão social.

Encerrando os debates, o presidente estadual da sigla, Antenor Roberto, abordou o desafio que o Partido ainda enfrenta para se ampliar sem perder sua identidade.

O dirigente estadual avaliou, ainda, que construir a política do Partido e organizar sua militância é uma contribuição democrática de ordem geral para a sociedade brasileira, não serve apenas aos comunistas. “A construção de um pensamento político como o que se pretende não é atributo apenas do PCdoB, mas infere influência em campo mais largo e deve se beneficiar da contribuição que podem dar a ele forças avançadas e de esquerda”.

De Natal,

Jana Sá

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: