“Só a experiência renova a luta” é eleita para a Direção Colegiada do SINDIPETRO-RN

Apesar das tentativas de boicote, categoria compareceu em peso, superando participação de 2012
destaque

Foto: Christian Vasconcelos

A composição da nova Diretoria Colegiada e do Conselho Fiscal do Sindicato dos Petroleiros e Petroleiras do Rio Grande do Norte – SINDIPETRO-RN – para o triênio 2015/18, já está definida. Em eleição encerrada na sexta-feira, 27, a categoria elegeu a CHAPA 1 “Só a experiência renova a luta – Em defesa do Brasil, da democracia, dos trabalhadores e do petróleo brasileiro”, com 1.354 votos favoráveis (94,5%), 59 em branco (4,1%) e 20 nulos (1,4%). O resultado foi proclamado pela Comissão Eleitoral na madrugada deste sábado, 28, após a apuração e totalização das parciais de 19 secções eleitorais, que cobriram todo o Estado.

Os números finais conferem absoluta representatividade ao pleito e indicam que a categoria petroleira não se deixou iludir por pessoas que desejavam ver a democracia e a legalidade sindical jogadas na lata do lixo. Diante de apelos ao boicote, protagonizados por um grupo que nem sequer conseguiu número mínimo de candidatos para atender às exigências estatutárias e participar do processo eleitoral, 65,9% dos sindicalizados aptos a votar compareceram às urnas, superando o resultado de 2012, quando, com duas chapas concorrentes, a presença atingiu 61,5% do total.

Maturidade – Para o atual coordenador-geral da entidade e candidato reeleito, José Araújo, a categoria petroleira norte-rio-grandense deu uma grande demonstração de maturidade política. “Além de rechaçar os ataques ao Sindicato – disse Araújo, os petroleiros e petroleiras reafirmaram a importância do fortalecimento da entidade num dos momentos mais difíceis da história recente dos trabalhadores e da Petrobrás, que é a empresa carro-chefe do setor”. Agradecendo a participação de todos os que se mobilizaram nas áreas operacionais e administrativas, José Araújo também conclamou a categoria a permanecer unida em torno do Sindicato para “reforçar os enfrentamentos no âmbito corporativo e também nas lutas mais gerais, em defesa da democracia, dos direitos dos trabalhadores e da Petrobrás”.

A diretoria eleita deverá tomar posse em maio, em data que ainda será definida.

Fonte: Sindipetro/RN

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: