Ministério Público apresenta denúncia contra o presidente da Assembleia Legislativa do RN, Dep. Ezequiel, após delação na Sinal Fechado

Presidente da Assembleia teria recebido R$ 300 mil de George Olímpio, mentor do esquema, apontam promotores.

Frankie Marcone/Nominuto
Deputado Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia Legislativa, foi denunciado pelo MPE por suposta propina de R$ 300 mil na Operação Sinal Fechado.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte apresentou hoje (20) denúncia contra o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), por suposta vantagem de R$ 300 mil recebida do advogado George Olímpio, o principal acusado da Operação Sinal Fechado, que apurou fraudes no Detran.

Segundo Olímpio, em delação premiada, o deputado havia pedido R$ 500 mil para promover lobby em favor da inspeção veicular que seria implantada pelo governo estadual. Após negociações, o parlamentar aceitou receber R$ 300 mil, afirmam os promotores.

De acordo com as informações do procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, comprovantes bancários registram a movimentação suspeita de George Olímpio no período em que foram pagas as duas parcelas da vantagem indevida solicitada pelo deputado Ezequiel Ferreira, uma no valor de R$ 120 mil e outra de R$ 150 mil, entre 2009 e 2010. O complemento do valor, outros R$ 30 mil, se daria em contribuição de campanha, conforme a denúncia do MP (ver íntegra abaixo).

“O deputado pediu R$ 500 mil, mas, após negociações com o delator, acertou o recebimento de R$ 300 mil”, informou Reis.

O procurador-geral de Justiça informou que o MPE apresentou a denúncia contra o presidente da AL na manhã desta sexta-feira. Cabe agora ao Tribunal de Justiça aceitar ou não a denúncia.

Deflagrada em novembro em 2011, pelo MPE, a Operação Sinal Fechado resultou na prisão de diversas pessoas, apreensão de documentos, computadores e no sequestro judicial de bens dos envolvidos.

As investigações apontaram para suposto esquema fraudulento envolvendo membros do Judiciário, do governo, políticos, empresários e lobistas em falcatruas no Detran do Rio Grande do Norte.

O empresário George Olímpio foi apontado como mentor do esquema. No dia da Operação, 12 pessoas foram presas, entre as quais, o ex-senador e ex-deputado João Faustino, já falecido.

George Olímpio fez acordo de delação premiada para reduzir eventual pena no julgamento da Operação Sinal Fechado.

Pronunciamento

De acordo com a assessoria de imprensa da Assembleia Legislativa, o deputado Ezequiel Ferreira deverá se pronunciar por meio de nota à imprensa ainda nesta sexta-feira.

Fonte: No Minuto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: